quarta-feira, 13 de julho de 2011

"erosão no rio Zaire engole duzentos metros de terra 05.07.2011


As populações residentes na comunidade do Bocolo, na ilha da Ponta do Padrão, estão preocupadas devido a erosão de 200 metros de terra, provocado pela dragagem das águas levadas acabo na baia de Diogo Cão, constatou a RNA.

O Secretário da comunidade do Bocolo, Filipe Muadi, disse que a situação é preocupante, e certas águas do rio Zaire, já engoliram para além de uma porção de terra calculada em 200 metros, 40 casas desabaram e algumas culturas dos populares.

Filipe Muadi apelou às autoridades na tomada de medidas urgentes, para se evitar o pior.“Nós aqui já estamos a sofrer de uma erosão, antigamente esta erosão havia, mas não desta forma, porque desde que às águas entraram no canal de Diogo Cão, com a profundidade que cada vez mais aumenta, o que está a preocupar os pescadores.

E isto tem que ser resolvido o mais rápido possível, senão aquilo vai desaparecer, porque ali é onde começou a história de Angola, depois da erosão da terra, nós já perdemos cerca de 200 metros de terra, cajueiros, mangueiras, palmeiras, mandioqueiras, e uma media de 30 ou 40 casas já foram”, esclareceu.

Dragas no estuário rio Zaire
Filipe Muadi, disse ainda, que há mais velhos que já mudaram de casa por três vezes, e com a água não se brinca, antes na área da baia não fazia calemas, mas agora já se vê calemas grandes que estão a evadir a terra e a erosão está a aumentar cada vez mais.“
notar a erosão da península extrema margem esquerda rio Zaire,  Ponta do Padrão 
As dragas não deviam encostar muito, as dragas deviam encostar mais para o lado da cidade, mas o que acontece é que à noite fazem dragagem à beira da comunidade, o Bocolo e a Ponta do Padrão são às paredes de asseguramento do município do Soyo”, concluiu.

Sem comentários:

Enviar um comentário